Gol suspende voos com modelo de avião que caiu na Etiópia

12/03/2019 - Por: PODER360
 
A Gol mantém 7 aeronaves do modelo que operam em rotas para voos mais longosA Gol mantém 7 aeronaves do modelo que operam em rotas para voos mais longos

A companhia aérea Gol anunciou nesta 2ª feira (11.mar.2019) que decidiu suspender, provisoriamente, voos com os aviões Boeing modelo 737 Max 8, o mesmo que caiu na Etiópia e deixou 157 mortos e que caiu na Indonésia em 29 de outubro de 2018, resultando em 189 mortes.

A suspensão, informada previamente à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), começou a valer às 20h.

Mais cedo, o Procon-SP informou que iria notificar a Gol para que suspendesse imediatamente o uso dos aviões para "prevenir que ocorram futuros acidentes colocando em risco a vida dos usuários do transporte aéreo".

A empresa mantém 7 aeronaves do modelo que operam em rotas para voos mais longos, como para os Estados Unidos, América do Sul e Caribe. Desde junho de 2018, segundo a empresa, foram realizados 2.933 voos com o Boeing 737 Max 8, "totalizando mais de 12.700 horas, com total segurança e eficiência".

Estas são as rotas que mudarão de avião e terão escala:

Brasília – Miami Miami – Brasília;

Brasília – Orlando Orlando – Brasília;

Fortaleza – Miami Miami – Fortaleza;

Fortaleza – Orlando Orlando – Fortaleza;

De acordo com a Anac, os clientes com viagens previstas nessas aeronaves serão reacomodados em voos da empresa ou de outras companhias aéreas.

"A Anac tem acompanhado as notícias do acidente que lamentavelmente ocorreu neste final de semana com aeronave da empresa Ethiopian Airlines, e mantém contato com a empresa fabricante da aeronave, com a autoridade que originalmente a certificou, bem como com a Gol para avaliar as medidas que podem vir a serem adotadas", disse em nota.

Em nota, a Gol afirmou que a central de atendimento da companhia fará contato para realização dos ajustes dos passageiros com viagem já marcada.

"A central também permanece à disposição pelo telefone 0800 704 0465. A empresa continuará operando os destinos internacionais de longo curso com os aviões Boeing 737 NG, sem previsão de cancelamento na malha", informou.

Os papéis da Gol terminaram o dia em queda de 2,59%, a R$ 26,35. A companhia brasileira tinha planos de acelerar o processo de aquisição das aeronaves 737 Max, modelo de avião que utiliza

BOEING PERDE VALOR

A ação da Boeing teve queda nesta nesta 2ª feira (11.mar) depois que várias companhias aéreas resolveram parar de usar –pelo menos por enquanto– o 737 Max 8. O papel da Boeing perdeu 7.04% de valor hoje.

AZUL: EM ALTA

Nesta 2ª (11.mar), a companhia Azul assinou uma proposta para adquirir ativos da Avianca Brasil. Em 1 acordo não-vinculante –ou seja, que ainda pode ser renegociado ou cancelado– de US$ 105 milhões, a companhia passará à Azul o certificado de operador aéreo que possui, 70 pares de slots (direito de pousar e decolar em aeroportos congestionados) e aproximadamente 30 aeronaves Airbus A320.

Com a medida, a ação da Azul valorizou 6,44%.

OUTRAS COMPANHIAS SUSPENDEM VOOS Segundo a Boeing, 350 aeronaves do modelo são operadas por cerca de 50 empresas no mundo. Já, segundo dados do site Planes Potters, que cataloga frotas de aviões no mundo, existem ao menos 47 companhias que têm o 737 MAX da Boeing entre seus aviões. Delas, pelo menos 19 suspenderam seu uso.

Entre os países que suspenderam o uso do modelo de avião, estão a China e da Indonésia.

A Ethiopian Airlines, Cayman Airways (das Ilhas Cayman), Comair (África do Sul) e Royal Air Maroc (Marrocos) anunciaram que também interromperam a utilização desse modelo após o acidente.

A Apla (Associação de Pilotos de Linhas Aéreas da Argentina) decidiu orientar seus filiados a não voarem no modelo de avião.

Acesse o Instagram do Notícia Extra

https://www.instagram.com/noticia_extra/

Leia as notícias mais acessadas do Brasil e do Mundo http://www.noticiaextra.com/.

PODER360

 

Envie seu Comentário