Em impulso precoce à reeleição, campanha de Trump arrecada US$ 30 milhões em três meses

16/04/2019 - Por: O Globo
 
Escreva aqui a legenda da foto

O lançamento da campanha de reeleição rendeu à equipe de Donald Trump, em três meses, US$ 30 milhões (R$ 116 milhões). Com o impulso à arrecadação republicana no primeiro trimestre de 2019, o comitê do atual chefe da Casa Branca agora tem à disposição mais de US$ 40 milhões (R$ 155 milhões).

A campanha de Trump — que estabeleceu uma meta ambiciosa de US$ 1 bilhão (R$ 3,8 bilhões) para a corrida de 2020 — lançou uma estratégia agressiva de arrecadação antes de seus concorrentes. A equipe instalou uma sede no norte da Virgínia e articula o engajamento para grandes e pequenas contribuições online.

Segundo o comitê republicano, que revelou os dados neste domingo, quase 99% das doações no primeiro trimestre de 2019 foram de até US$ 200 R$ 776). A contribuição média ficou em pouco mais de US$ 34 (R$ 130).

Alguns democratas estão preocupados que Trump passe o próximo ano acumulando uma caixa de guerra enquanto os democratas lutam entre si em uma disputa prévia que já conta com quase 20 candidatos. Os US$ 30 milhões de Trump correspondem ao que arrecadaram, até o momento, somados, os democratas Bernie Sanders e Kamala Harris, em quatro meses.

O senador de Vermont e a deputada da Califórnia são os principais arrecadadores de campanha no Partido Democrata. Ele obteve doações no valor de US$ 18,2 milhões (R$ 69 milhões) para a campanha e ela, US$ 12 milhões (R$ 46,5 milhões).

Enquanto os democratas começam o que poderia ser uma corrida pela nomeação do partido, Trump desfruta tanto das vantagens tradicionais de estar no poder quanto do controle quase total da máquina do Partido Republicano. Sua campanha e a legenda nacional têm nos bolsos, juntos, US$ 82 milhões (R$ 318 milhões).

Trump lançou sua campanha de reeleição tão cedo quanto a posse na Casa Branca, em janeiro de 2017. O começo precoce da corrida favoreceu o impulso financeiro à reeleição. A campanha de 2012 de Barack Obama, na vez em que o democrata buscou a recondução ao cargo, somou menos de US$ 2 milhões (R$ 7,7 milhões) a esta altura do ciclo eleitoral.

Os republicanos apostaram forte em plataformas como Facebook e Google para atrair novos pequenos doadores. A campanha e um comitê conjunto de arrecadação com o Comitê Nacional Republicano (RNC) gastaram quase R$ 11 milhões (R$ 42,7 milhões) em anúncios na rede social de Mark Zuckerberg, desde maio de 2018, com mais de 190 mil ações diferentes, de acordo com o banco de dados do Facebook.

Além de doações diretas para a campanha, Trump está arrecadando dinheiro para a RNC, que conseguiu outros US$ 45,8 milhões (R$ 177 milhões) no primeiro trimestre.

As divulgações financeiras completas da campanha Trump e de todos os democratas que concorrem à Presidência em 2020 devem ser entregues à Comissão Eleitoral Federal nesta segunda-feira.

O Globo

Acesse o Instagram do Notícia Extra

https://www.instagram.com/noticia_extra/

Leia as notícias mais acessadas do Brasil e do Mundo http://www.noticiaextra.com/.

 

Envie seu Comentário