Pastoral que atua em JP orienta pais a observar ‘atitudes’ de filhos

11/02/2019 - Por: PB AGORA
 
Escreva aqui a legenda da foto

O decreto publicado pelo arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Manoel Delson, na última quarta-feira, que contém orientações para os padres sobre o tratamento e convivência com crianças, adolescentes e adultos em situação vulnerável, repercutiu positivamente entre católicos e até mesmo entre pessoas que não seguem nenhuma religião.

Em todas as paróquias de João Pessoa há muitos grupos e pastorais com atividades direcionadas para crianças e adolescentes. As equipes da Pastoral da Criança, que atuam na Capital auxiliando crianças e mulheres grávidas, informaram que seguem uma orientação nacional da entidade no tratamento de menores e ainda orientam as famílias atendidas pela Pastoral para que prestem atenção aos filhos para prevenir qualquer formas de abuso.

"Nós trabalhamos com esse público e sempre orientamos aos pais e às famílias para que observem se as crianças nos apontam algo diferente que esteja acontecendo com elas. No nosso trabalho com as famílias nós já fazemos isso", destacou a irmã Célia. A redação tentou contato com o arcebispo Dom Manoel Delson para comentar a repercussão do decreto nas paróquias da Arquidiocese. Mas, a assessoria informou que ele não daria entrevistas sobre o assunto.

Acesse o Instagram do Notícia Extra

https://www.instagram.com/noticia_extra/

Leia as notícias mais acessadas do Brasil e do Mundo http://www.noticiaextra.com/.

 

Envie seu Comentário