Giovana Cordeiro lidera movimento de apoio a transição capilar: 'Empoderador'

11/03/2019 - Por: PUREPEOPLE
 
Escreva aqui a legenda da foto

A ditadura do cabelo liso vem perdendo força e os cachos estão com tudo! Assumir os fios naturais é libertador e traz empoderamento a muitas mulheres que se sentiam dependentes da chapinha por tantos anos. Ninguém melhor que Giovana Cordeiro, atriz de "Verão 90" e dona de cachos volumosos e inspiradores, para falar sobre o assunto. Ao Purepeople, a artista, que lidera o movimento #AguentaFirme nas redes sociais, destaca os desafios da passar pela transição capilar e aconselha: "Aguenta firme, mesmo, porque é difícil. Muita gente vai sugerir de alisar o cabelo durante o processo e você tem que ignorar, porque a transição é passageira. Vai valer a pena! É empoderador."

CABELO ALISADO OU CACHEADO? 'A ESCOLHA É SUA!', FRISA A ATRIZ

Giovana reforça que hoje em dia as mulheres já têm consciência sobre essa construção social do cabelo liso, com pouco volume e "controlado": "É importante a gente questionar o porquê de não podermos usar nosso cabelo natural. Por que ele não pode ser volumoso e crespo? Só de pensarmos sobre isso, já nos faz entender e sermos do jeito que queremos ser." A artista insiste na mudança do olhar para os padrões estéticos criados ao longo dos anos. "Vale muito a pena você reconhecer sua beleza natural e descobrir que ninguém precisa ser igual a ninguém. Não precisamos ser a cópia do outro. A gente pode trazer nossa beleza com muita identidade, personalidade e individualidade", destaca ela, destacando a importância liberdade de escolha: "Se você quer alisar, ou continuar com ele enrolado, tem que ser uma escolha sua. Se olhar no espelho e reconhecer uma beleza que é naturalmente sua, é muito gostoso."

ENTENDA O MOVIMENTO #AGUENTAFIRME

A hastag começou após Giovana atuar na novela "Rocky Story" no papel de Stefany. Segundo a atriz, tudo aconteceu naturalmente. Na época, ela recebeu muitas mensagens no Instagram sobre o que fazia com o cabelo. Somente em "O Outro Lado do Paraíso" ela passou a compartilhar sobre sua transição. "Fiz uma sequência de stories mostrando todas as texturas do meu cabelo nesses 3 anos de transição. No início eu disse: 'meninas que estão passando pela transição: aguentem firme porque vale a pena'. E isso virou uma matéria com a manchete 'Giovana dá dicas: aguentem firme'. Isso viralizou e eu queria acompanhar a história das meninas. Minha história motivou muitas pessoas e pedi para compartilharem suas experiências usando a hashtag." Atualmente, a #AguentaFirme tem quase 33 mil publicações no Instagram, que vão de tutoriais de finalização até dicas de produtinhos para os cachos. "A gente indica produto, hidratação caseira, formas de finalizar o cabelo. As meninas postam vídeos, mostram como é o processo de transição, a aceitação do processo que é muito difícil e vai te encorajando. Você sente que não está vivendo aquilo sozinha."

A TRANSIÇÃO CAPILAR DE GIOVANA CORDEIRO: 'EU NÃO SOFRI, NÃO ME ACHEI FEIA'

Quem olha o cabelo maravilhoso da intérprete de Moana não acredita que ela já teve cabelo liso durante 4 anos. Em 2014, atriz decidiu entrar no processo de transição capilar, que na época nem tinha um nome definido. "Eu decidi parar de fazer progressiva com 17 anos. Depois parou de fazer sentido pra mim não ter meu cabelo natural. Também estava mais fácil, tinha mais informações. Então, pensei: 'vou ver como fica.'" Foram cerca de três anos para recuperar os fios naturais. A fase mais difícil, segundo ela, foi aceitar o volume. "Quem alisa não tem noção do volume dos fios e temos de aceitá-lo. É complicado porque pode mudar o formato do rosto. Por isso, temos que aceitar que vamos estranhar, mas que está tudo bem e não estaremos tão estranhas como achamos." Durante sua transição, a atriz procurou desencanar. "Eu prendia o cabelo. Quando eu saía à noite, fazia uma chapinha, depois passei para o babyliss. Eu não sofri muito durante a transição, no sentido de me olhar no espelho e me achar feia ou achar meu cabelo feio."

 
 
 

UM RECADO PARA QUEM ESTÁ NA TRANSIÇÃO CAPILAR

Existem diversas formas de lidar com a transição capilar e cada pessoa deve escolher a que lhe deixa mais confortável. O mais radical, mas que agiliza muito o processo, é o Big Chop. O procedimento consiste em cortar toda a parte lisa do cabelo e deixá-lo crescer naturalmente. Mas caso você não se sinta à vontade para radicalizar, é possível passar pelo processo fazendo chapinha, babyliss, dedoliss, texturização ou fitagem, por exemplo.

Acesse o Instagram do Notícia Extra

https://www.instagram.com/noticia_extra/

Leia as notícias mais acessadas do Brasil e do Mundo http://www.noticiaextra.com/.

PUREPEOPLE

Envie seu Comentário