João Pessoa: 22 de setembro de 2023

Secretaria de Educação de Alhandra esclarece mutirão em escola e desmente informação falsa

Publicado em: 24 de fevereiro de 2023

A Secretaria de Educação de Alhandra esclareceu, por meio de nota, divulgada nesta sexta-feira (24), informações falsas de que estaria obrigando servidores a realizarem pintura em uma escola do município. De acordo com a pasta, a ação foi um mutirão realizado com participações voluntárias.

Conforme a nota, a secretaria “não obriga e nem obrigou nenhum funcionário a pintar escolas no município. Tal ação não integra a conduta da gestão da pasta, que preza por diálogo e coletividade”.

Ainda segundo o esclarecimento, a ação voluntária fica evidente por contar com a própria participação do secretário Fernando Lima, que foi registrado com pincéis na mão, justamente porque estava trabalhando na atividade.

Confira nota na íntegra

Sobre matéria veiculada em blogs locais, a Secretaria Municipal de Educação de Alhandra esclarece que não obriga e nem obrigou nenhum funcionário a pintar escolas no município. Tal ação não integra a conduta da gestão da pasta, que preza por diálogo e coletividade. Os servidores de forma voluntária se prontificaram a fazer um mutirão e pintar a unidade escolar.

As aulas em Alhandra iniciaram desde 13 de fevereiro, apenas a Escola Professora Zélia Correia do Ó, não havia retornado por, justamente, estar passando por manutenção.

Prova de que tratava-se de uma ação coletiva em prol da escola, é que o próprio secretário de Educação, Fernando Lima, estava presente e atuando no mutirão.

Se faz necessário ainda repor os fatos, reais e verídicos, quanto ao retorno das aulas. Os alunos da Rede Municipal de Ensino não estão há quase três meses sem aula, até porque o início das aulas no município de Alhandra não iniciou-se em dezembro, assim como foi publicado por blogs locais. Dezembro foi o encerramento do ano letivo e o início foi no último dia 13 de fevereiro, prazo que irrefutavelmente denota menos de um mês.

Por fim, destacamos que a Secretaria de Educação está à disposição para reclamações e denúncias, através da Ouvidoria Municipal, que também está disponível de forma online no site da Prefeitura.

TRIBUNA PB

Compartile:

Tags: